Yalanji Hummus Shaurma Fatayer



O dia 14 de junho foi um dia diferente na Fernão.

Marta Carvalho, representante do Projeto Change, por parte do JRS (Serviço Jesuíta aos Refugiados) e Ghalia Taki, refugiada síria, residente em Portugal desde 2014, brindaram-nos com a sua presença e simpatia e ofereceram aos alunos e professores das oito turmas participantes no Change a possibilidade de uma degustação gastronómica esclarecida, variada e abundante. Das 10 da manhã às 5 da tarde houve tempo para conviver e para saber mais sobre histórias de vidas errantes e complicadas como são as dos refugiados.

Ghalia Taki encontrou em Portugal a paz que o seu país lhe recusou. Sente-se bem, tem trabalho e já pediu a nacionalidade portuguesa - uma história com um final feliz, para ela e para a sua família.

Com a promessa de voltar na abertura do próximo ano letivo, esta jovem síria virá trazer até nós uma experiência de vida polifacetada, construída sobre as doces e amargas imagens que o seu país de origem evoca. Com ela aprenderemos a melhor compreender as situações dramáticas por que passam os refugiados, apenas para garantirem o seu direito à vida; com ela perceberemos quão importante se torna acolher bem e facilitar a inclusão de quantos são obrigados a deixar tudo para trás, em troca de incertezas e do desconhecido.


A Fernão agradece o reconhecimento do JRS pelo modo como o Change foi recebido na escola e congratula-se por mais esta vivência proporcionada ao longo do dia 14, em que todos nos enriquecemos reciprocamente .



A DIVERSIDADE É A NOSSA FORÇA

Posts Em Destaque
Categorias
Arquivo
Procurar por tags